top of page

Quando é devido o pagamento de honorários corretagem?

Neste artigo você encontrará:


corretor entregando chave de uma casa para um cliente.
Neste artigo, vamos compreender os principais aspectos de quando é o momento de pagamento dos honorários de corretagem.

Antes de adentrar na questão das hipóteses em que o pagamento da comissão de corretagem é devida, é essencial entender, efetivamente, no que consiste o contrato de corretagem e quais são as obrigações do corretor.


O que é o contrato de corretagem?


O contrato de corretagem e demais questões pertinentes à tal prática, estão expressamente previstas nos artigos 722 e seguintes do Código Civil Brasileiro. Vejamos:


Art. 722. Pelo contrato de corretagem, uma pessoa, não ligada a outra em virtude de mandato, de prestação de serviços ou por qualquer relação de dependência, obriga-se a obter para a segunda um ou mais negócios, conforme as instruções recebidas.

Assim, pode-se dizer que por meio do contrato de corretagem, um terceiro, não ligado a qualquer das partes (vendedor e comprador), se obriga a obter um ou mais negócios de venda e compra para a parte que o contratou.


Quais as obrigações do corretor?


A obrigação do corretor não se limita somente à aproximação entre comprador e devedor e vice-versa, pois cabe também ao corretor, prestar ao cliente todas as informações pertinentes sobre o negócio, tais como a qualidade, segurança e eventuais riscos existentes, sob pena de ser responsabilizado por perdas e danos. Vejamos o art. 723 do Código Civil:


Art. 723. O corretor é obrigado a executar a mediação com diligência e prudência, e a prestar ao cliente, espontaneamente, todas as informações sobre o andamento do negócio.
Parágrafo único. Sob pena de responder por perdas e danos, o corretor prestará ao cliente todos os esclarecimentos acerca da segurança ou do risco do negócio, das alterações de valores e de outros fatores que possam influir nos resultados da incumbência.

Ademais, é é importante ressaltar que a obrigação do corretor não é uma obrigação de meio, mas sim uma obrigação de fim, ou seja, de resultado. sendo assim, se o corretor não obtiver o resultado para o qual foi contratado, não há que se falar em pagamento de corretagem, pois, a comissão de corretagem não é uma compensação pelos esforços desempenhados pelo corretor, mas sim, uma remuneração pelo sucesso de sua intervenção.

Quando são devidos os honorários de corretagem?


Desta feita, a comissão de corretagem somente será devida quando o corretor obtiver o resultado útil do negócio, ou seja, a conclusão efetiva da compra e venda, nos termos do que dispõe o art. 725 do Código Civil.


Com efeito, se após a prestação integral da intermediação por parte do corretor, o negócio não for concluído por arrependimento imotivado das partes, ainda assim, a corretagem será devida. Isso porque, neste caso, o arrependimento ocorreu após a conclusão do negócio e o corretor não deu causa a ela. Como pode ser mais bem explorado neste post: corretagem em que fase da negociacao surge o direito a comissao.


Já na hipótese de arrependimento motivado da parte contratante, ou seja, quando o arrependimento se deu pela ausência de alguma informação ou esclarecimento que deveria ter sido prestado pelo corretor, tal como a existência de uma ação de execução contra o proprietário do imóvel ou mesmo de problemas estruturais, não é devido o pagamento da comissão de corretagem.


Conclusão


Por fim, no que diz respeito aos contratos de promessa de compra e venda de unidade autônoma em regime de incorporação imobiliária, é importante destacar que em 2016 o STJ firmou o posicionamento no sentido de que, o ônus da corretagem pode ser transferido ao comprador, desde que tal obrigação esteja expressamente prevista em cláusula contratual e que o preço tenha sido previamente informado ao consumidor, com destaque do valor da comissão de corretagem (RESP n.º 1.599.511/SP).


Dessa forma, se você é corretor, ou mesmo a parte contratante e, tem tido dificuldades para lidar com a cobrança ou pagamento de honorários de corretagem, busque orientação jurídica de advogados especializados, para obter o melhor direcionamento.


Nosso escritório conta com uma equipe altamente especializada em direito imobiliário para lidar com situações como esta. Entre em contato conoco para tirar suas dúvidas!



602 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page